Gritaria e insultos no final do Prolongamento

Com a ausência de Zé Pina na noite de ontem do Prolongamento, foi a dupla Manuel Serrão e Pedro Guerra a animar a noite. Veja o vídeo!

Falava-se sobre o mandato de Vale e Azevedo e sobre quem o colocou à frente do Benfica e as coisas azedaram em directo.

Começaram os ataques pessoas com Manuel Serrão a dizer que o comentador encarnado era um renegado do clube da Luz e que ninguém gostava dele lá.

‘Diga quantos dirigentes do Benfica estiveram na apresentação do seu livro?’, disse Serrão aos berros.

O bate-boca continuou e Pedro Guerra disse que nunca foi processado por levantar suspeitas de adultério de um ex-ministro do governo de Portugal, batendo fortemente com a mão na mesa.

Gritou-se tanto que Manuel Serrão estava ofegante e parecia que ia ter um ataque cardíaco. Sousa Martins teve que intervir e gritou a plenos pulmões para acalmar os intervenientes do FC Porto e do Benfica.

Veja o vídeo.

Comentários

comentários