Não sabe nadar? Melhor aprender para evitar isto…

Não sabe nadar? Melhor aprender para evitar isto…

índice

O Jorge entra no bar e vê o seu melhor amigo, o João, sentado no balcão com um sorriso de orelha a orelha.
– João, por que estás tão contente?
– Tenho que te contar tudo, ontem estava no cais a tratar do meu iate quando chegou uma ruiva escultural e me disse:
– Levas-me a passear no teu iate?
E como é lógico eu respondi:
– Claro que sim beleza, vamos nessa!!.
Quando estávamos em alto mar, desliguei o motor e disse-lhe para escolher entre fazer amor comigo ou nadar. E maravilha das maravilhas, a menina não sabia nadar!
No dia seguinte, o Jorge volta ao mesmo bar e lá está o João, com um sorriso ainda maior que o do dia anterior.
– E hoje, porque estás tão contente, João?
– Jorge, não vais acreditar! Hoje cedo estava no cais a tratar do meu iate quando chegou uma linda loira e me disse:
– Levas-me a passear no teu iate? E eu respondi de imediato:
– Claro que sim! E levei-a para o alto mar. Quando já estávamos longe da costa desliguei o motor e disse:
– Escolhe entre fazer amor comigo ou nadar. E nem vais acreditar, ela não sabia nadar!!!
Alguns dias depois, o Jorge entra outra vez no bar. E João está ao balcão a chorar sobre uma cerveja.
– Então amigo que se passou?…
– Vou-te contar, Jorge, não te posso esconder nada. Ontem estava novamente no cais a tratar do meu iate e apareceu uma morena, cabelos pretos, lábios carnudos, nunca tinha visto nada igual, parecia uma “Angelina Jolie” e disse:
– Levas-me a passear no teu iate? E eu quase sem conseguir falar respondi:
– Quando quiseres linda!. Quando estávamos em alto mar, desliguei o motor e disse-lhe:
– Escolhe entre fazer amor comigo ou nadar!. A morenaça tirou a t-shirt… Jorge, que peitos enormes!! Depois tirou a mini-sai… Uma mini-saia pequenininha… e era um homem, Jorge!… era um homem com uma “trombinha” enoooorme Jorge… mas mesmo muiiiito grande!!!…”
– Então e tu que fizeste?…
– E eu Jorge?… eu não sei nadar, Jorge… eu não sei nadar…! 🙁

Comentários

comentários